Técnicos do Instituto ProBem fizeram visita técnica à cidade de Castelo do Piauí

foto_6394_171537_c_w300h230Técnicos do Instituto ProBem fizeram visita técnica à cidade de Castelo do Piauí, no último dia 20, a fim de realizar encontros com pais e responsáveis por alunos, professores e técnicos da secretaria municipal de Educação para a implantação do projeto A Família Aprendendo Junto, que visa orientar pais e familiares para o acompanhamento escolar das crianças, independente do grau de instrução da família.

O projeto A Família Aprendendo Junto será implantado nos municípios em que o Instituto ProBem desenvolve o programa Palavra de Criança, em parceria com o Unicef.

"Fiquei maravilhosamente surpresa com a organização, o clima de aprendizagem, o otimismo de alunos e professores. Nas várias salas que visitei pude constatar que a sistematização da rotina de aula com os professores e o monitoramento da execução desta rotina nas salas é a principal tarefa dos coordenadores pedagógicos. Os alunos conhecem a rotina, que está estampada na parede de cada sala de aula. Constatei também que grande parte dos alunos do 2º ano já está lendo e escrevendo e praticamente todos os alunos do 3ºano. Isso mostra o sucesso de um trabalho focado na aprendizagem dos alunos, feito por quem realmente acredita que toda criança é capaz de aprender, desde que lhe sejam dadas as condições de que ela necessita", observou Luísa Solano, técnica do Instituto ProBem.

Nas reuniões do projeto A Família Aprendendo Junto em Castelo do Piauí, os pais e responsáveis pelos alunos foram incentivados a acompanhar o desenvolvimento escolar das crianças e orientados a auxiliá-las nas tarefas.

Dona Antonieta Matos, avó de aluna da rede municipal de ensino de Castelo do Piauí ficou emocionada quando viu o vídeo Vida Maria e contou que se reconheceu naquelas Marias, um exemplo de que o acompanhamento familiar aliado a uma escola de qualidade é fundamental para que a pessoa se desenvolva e melhore suas condições de vida.

"Não sei ler nem escrever porque tive que ajudar nas tarefas de casa desde cedo, trabalhar para ajudar a criar meus 10 irmãos. Fiquei viúva aos 28 anos, com três filhos para criar, o mais novo tinha 3 anos. Trabalhei muito para cuidar dos meus filhos, lavava e passava roupa, vendia dindim, mas meus filhos foram pra escola, pois não queria que eles tivessem uma vida dura como a minha. Eles estudavam em turno diferente, pois usavam a mesma farda. Quando o mais velho chegava da escola, eu tirava a blusa de farda e o chinelo dele para a irmã ir pra escola à tarde. Graças a Deus consegui que eles se formassem, o mais velho é professor da Univesidade. Hoje sei que meu esforço valeu. Meus netos são incentivados a estudar pelos pais e eu também ajudo como posso. O estudo é a herança que a gente deixa", declarou Antonieta Matos.

Ivanildes Cardoso, secretária de Educação de Castelo do Piauí, falou sobre a parceria com o Instituto ProBem e a prioridade dada pela administração municipal à educação:

"Acho importante a parceria com o Instituto ProBem para o desenvolvimento do programa Palavra de Criança por causa dos dois eixos principais, a alfabetização no tempo certo e o envolvimento das famílias. Já fazemos muitas coisas aqui em Castelo, mas acredito  que os objetivos propostos por este programa são fundamentais para garantir a alfabetização das crianças. Estas reuniões com a famílias vão nos ajudar a corrigir dificuldades no entendimento com as famílias, que passarão a colaborar mais com nossa proposta de organização das escolas e a nos ver como parceiros na educação de seus filhos", encerrou.

Fonte/Autor: Portal O Dia | Edição: Basílio Soares

Anúncios